Comissão aprova Carta Aberta contra o Assédio e Discriminação no TJ-SP

A Comissão de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral e Assédio Sexual do Tribunal de Justiça de São Paulo aprovou a Carta Aberta contra o Assédio e Discriminação no TJSP. O documento foi apresentado durante encontro conduzido pelo coordenador da Diretoria de Apoio aos Servidores (Daps) e presidente da Comissão, desembargador Irineu Jorge Fava, e pela diretora da Daps, Patrícia de Rosa Pucci Canavarro, na presença de diversos integrantes do grupo e representantes de associações de classe, incluindo a AASPTJ-SP.

A carta foi elaborada na esteira da auditoria interna realizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nos meses de julho e agosto para fiscalizar o cumprimento da Resolução 351/20, que instituiu a “Política de Prevenção e Combate ao Assédio Moral, do Assédio Sexual e de Todas as Formas de Discriminação”. “O documento foi elaborado com base em todo o levantamento realizado, e depois divulgamos aos integrantes da comissão”, destacou o desembargador Irineu Jorge Fava, que durante a reunião deliberou pela ampla divulgação do documento. Confira a carta.

Fonte: Comunicação Social TJSP – GC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.