Presidenta da AASPTJ-SP vai à posse de nova presidência do TJ-SP. Saiba detalhes da solenidade e quais as perspectivas em relação as/aos servidoras/es

A presidenta da AASPTJ-SP, Maricler Real, marcou presença na posse solene do Conselho Superior da Magistratura e da diretoria da Escola Paulista da Magistratura – biênio 2024/2025, realizada na última sexta-feira, dia 2 de fevereiro, no Salão dos Passos Perdidos do Palácio da Justiça.

Além da presidenta da Associação, a cerimônia contou com a participação de representantes de outras Entidades, de ministros, desembargadores, juízes, integrantes da Advocacia, do Ministério Público e da Defensoria Pública, autoridades civis e militares, servidores e jurisdicionados. Os desembargadores que integram a gestão assumiram seus cargos em 1º de janeiro, mas a posse solene é tradicionalmente realizada no início de fevereiro.

Além do presidente Fernando Antonio Torres Garcia, a cerimônia marca o mandato dos desembargadores Artur Cesar Beretta da Silveira (vice-presidente); Francisco Eduardo Loureiro (corregedor-geral da Justiça); Ricardo Cintra Torres de Carvalho (presidente da Seção de Direito Público); Heraldo de Oliveira Silva (presidente da Seção de Direito Privado); Adalberto José Queiroz Telles de Camargo Aranha Filho (presidente da Seção de Direito Criminal); Gilson Delgado Miranda (diretor da EPM) e Ricardo Cunha Chimenti (vice-diretor da EPM).

O presidente, o vice e o corregedor-geral compuseram a mesa condutora dos trabalhos ao lado do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas; do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Luís Roberto Barroso; do ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski; do vice-governador de São Paulo, Felicio Ramuth; do presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado estadual André do Prado; do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do STF, Alexandre de Moraes; dos ministros do STF Dias Toffoli e Cristiano Zanin; da presidenta do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura; do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes; do orador em nome do TJSP, desembargador Alcides Leopoldo e Silva Júnior; do procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mario Luiz Sarrubbo; e da presidenta da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo, Patricia Vanzolini.

Em seu discurso de posse, o novo presidente destacou a importância das/os servidoras/es na construção de um Poder Judiciário forte. “Sempre que posso, não me canso de enfatizar que o brasileiro de São Paulo pode e deve se orgulhar do Poder Judiciário de sua terra, constituído por mulheres e homens de valor, magistrados e servidores, dedicados à causa pública e ao ofício de bem prestar a jurisdição”, declarou.

Após a cerimônia, os eleitos receberam as congratulações do público presente. Ao cumprimentar o desembargador Fernando Antônio Torres Garcia, a presidenta Maricler Real reforçou que protocolou mais cedo um ofício em nome da Pública – Central do Servidor e da Fespesp, solicitando audiência com o objetivo de apresentar as demandas e reivindicações das/os servidoras/es do Judiciário. O novo presidente disse fazer questão de estar presente na primeira reunião e que fará o que for possível para que servidoras/es tenham seus direitos garantidos.

Veja abaixo o depoimento da presidenta Maricler Real e, em seguidas, registros da posse solene.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.